Mundo Violeta

Um Mundo Violeta de Pura Espiritualidade
 
InícioRegistrar-seConectar-se
Estatísticas
Temos 473 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de MarshaWag

Os nossos membros postaram um total de 2426 mensagens em 1888 assuntos
Últimos assuntos
» Medusa
Qui 26 Mar 2015, 22:56 por tifanysangrenta

» Livro: A ilusão de Lilith
Qua 11 Jun 2014, 11:34 por SECRET LOBA BRANCA

» A Lenda da Estatua.
Dom 08 Jun 2014, 19:52 por SECRET LOBA BRANCA

» As 7 Profecias Maias
Sex 30 Maio 2014, 05:31 por † Maurício †

» História Do Slender Man
Sex 10 Jan 2014, 18:28 por † Maurício †

» Vampiros
Dom 05 Jan 2014, 19:54 por † Maurício †

» História Da Casa Do Filme The Amityville Horror
Qua 11 Dez 2013, 04:02 por † Maurício †

» Cuidado Com As Maças
Qua 11 Dez 2013, 03:54 por † Maurício †

» Sobre Wicca - Entrevista de Gilberto de Lascariz
Qui 05 Dez 2013, 19:21 por † Maurício †

Quem está conectado
Não há nenhum usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e nenhuma Visita :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 1036 em Qui 18 Set 2014, 16:25
Parceiros

Compartilhe | 
 

 PRETO VELHO NA BEIRA DA ESTRADA

Ir em baixo 
AutorMensagem
† Maurício †
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 1934
Pontos : 18290
Reputação : 11
Data de inscrição : 28/11/2011

MensagemAssunto: PRETO VELHO NA BEIRA DA ESTRADA   Seg 21 Jan 2013, 23:59

"Que surpresas poderiam surgir em uma noite tranquila durante a passagem em uma simples estrada de terra batida afastada da população, tendo apenas mata fechada e alguns pastos ao seu redor?"
O Relato à seguir mostra que o sobrenatural não escolhe hora e nem lugar para se manifestar!

=================================================================================

Olá novamente. Sou a "Margarida" que enviou o relato "A Bola de Luz", e vou contar aqui outro fato interessante que aconteceu comigo quando morava em um sítio na cidade de Ribeirão Bonito.

Quando eu morava à alguns anos atrás em um sítio afastado so centro da pequena cidade de "Ribeirão Bonito (SP)" [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 22° 3'57.16"S, 48°10'37.42"W], aconteceu algo, nem tanto assustador, mas intrigante.
O nosso sítio ficava entre as cidades de Ribeirão Bonito, Guarapiranga (SP) [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 21°58'36.14"S, 48°14'59.93"W] e Trabiju (SP) [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 22° 2'25.98"S, 48°20'8.53"W] no interior de São Paulo.
O acesso ao sítio era feito por estrada de terra, tendo pouquíssimas moradias pelo trajeto, existindo mais matas, pastos e plantações.
Para comprarmos o que precisávamos, íamos ou para o centro de Ribeirão Bonito, Guarapiranga ou Trabiju, sendo o maior centro comercial, que já era pequeno, em Ribeirão Bonito.

Certa noite, eu, meu marido, meu irmão e minha mãe, hoje falecida, estávamos indo tarde da noite para a cidadezinha de Trabiju para buscar uma encomenda na casa de uma amiga.
Para chegar até lá, tínhamos que pegar uma longa estradinha de terra batida, com mata e plantações à sua volta.
Muitas das propriedades da região, e como é em todo o Brasil, eram protegidas com cercas de arame farpado, para tentar impedir a entrada de invasores e também para evitar que o gado saísse para outros locais.

Estávamos indo normalmente. Era uma noite bonita, com lua cheia que iluminava toda a região, não havia vento e nem nuvens.
Podia-se dizer que era uma noite ideal para um passeio.
Estávamos seguindo pela estradinha de terra batida em direção à Trabiju, quando em certa parte da estrada, vimos do lado direito, uma pouco acima da estradinha (geralmente haviam pequenos barrancos ao lados das estradas de terra, ficando as estradinhas um pouco abaixo), sentado sobre o arame farpado de uma das cercas existentes, um homem "preto" todo vestido com camisa e calça brancas, chapéu branco e descalço.
Ele estava ali sentado, parado e olhando para longe, com um olhar bem distante.
O estranho é que a cerca de arame farpado estava esticadinha, como se não houvesse nada ali.
Também comento que seria impossível alguém ficar sentado bem em cima de um arame farpado.

Passamos bem devagar ali com o carro e vimos aquele estranho homem preto com vestimentas brancas sentado em cima da cerca de arame farpado.
Observo que todos nós vimos. Eu, meu irmão, meu marido e minha mãe, provando que não foi imaginação minha.
Quando passamos, meu marido reduziu a velocidade e passamos bem devagar, dando para ver os detalhes daquele homem.
MInha mãe, muito religiosa que era, fez o sinal da cruz, e mandou sairmos dali depressa.
Ficamos imaginando o que seria aquilo e fomos para Trabiju.
Chegamos na casa da minha amiga, ficamos uns 40 minutos e retornamos, pegando a mesma estradinha de terra batida.
Quando passamos no local onde havíamos visto o estranho 'homem Preto com vestimentas brancas", ele já não estava mais lá.

Fomos embora, guardando esse fato para nós e tentando imaginar se aquele estranho homem poderia ser o famoso "Preto Velho" que muitas religiões citam.
Mas se fosse, o que estaria fazendo justamente ali naquele horário, e estaria olhando para onde, com aquela expressão de olhar infinito?
Bem, após as experiências que tive naquela época em morava no sítio em Ribeirão Bonito, como já disse, não tenho mais dúvida alguma de que "Nós não Estamos Sozinhos" nesse misterioso mundo.

Margarida - SP- Brasil
Citação :
Bom Medo Extremo
Citação :
Fonte: alemdaimaginacao.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://mundovioleta.forumeiros.com
 
PRETO VELHO NA BEIRA DA ESTRADA
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Susto na beira da estrada
» Velocidade relativa em espelhos
» P.A. - (idade do mais velho)
» Jovem se disfarça de velho pra viajar
» O Velho Testamento não vale mais?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo Violeta  :: Contos | Mitologia | Lendas Urbanas | Relatos :: Relatos-
Ir para: