Mundo Violeta

Um Mundo Violeta de Pura Espiritualidade
 
InícioRegistrar-seConectar-se
Estatísticas
Temos 473 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de MarshaWag

Os nossos membros postaram um total de 2426 mensagens em 1888 assuntos
Últimos assuntos
» Medusa
Qui 26 Mar 2015, 22:56 por tifanysangrenta

» Livro: A ilusão de Lilith
Qua 11 Jun 2014, 11:34 por SECRET LOBA BRANCA

» A Lenda da Estatua.
Dom 08 Jun 2014, 19:52 por SECRET LOBA BRANCA

» As 7 Profecias Maias
Sex 30 Maio 2014, 05:31 por † Maurício †

» História Do Slender Man
Sex 10 Jan 2014, 18:28 por † Maurício †

» Vampiros
Dom 05 Jan 2014, 19:54 por † Maurício †

» História Da Casa Do Filme The Amityville Horror
Qua 11 Dez 2013, 04:02 por † Maurício †

» Cuidado Com As Maças
Qua 11 Dez 2013, 03:54 por † Maurício †

» Sobre Wicca - Entrevista de Gilberto de Lascariz
Qui 05 Dez 2013, 19:21 por † Maurício †

Quem está conectado
Não há nenhum usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e nenhuma Visita :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 1036 em Qui 18 Set 2014, 16:25
Parceiros

Compartilhe | 
 

 Ah Bruxa De Bell

Ir em baixo 
AutorMensagem
Filipee '-'
MEDIUM
MEDIUM
avatar

Mensagens : 76
Pontos : 13018
Reputação : 15
Data de inscrição : 01/12/2011
Idade : 22
Localização : Camaquã RS

MensagemAssunto: Ah Bruxa De Bell   Qua 22 Ago 2012, 23:54

São muitas as historias sobre manifestações paranormais que irromperam no mundo dos vivos. Algumas não passam de mera ficção;outras, são farsas comprovadas; mas uma parte desses relatos ainda intriga a ciência, pelo menos de provas que os atestam. Embora desprezem muitas aparições de espírito ocorridas em países com à Escócia e a Inglaterra (lares habituais dos fantasmas), até os mais cépticos pesquisadores reconhecem um fundo de verdade no horripilante episódio vivenciado por uma família de agricultores do Tennessee (EUA). Durante quatro anos, John Bell, sua esposa e seus filhos foram atormentados por um espírito maligno, que ficou conhecido como “A Bruxa de Bell”.
No início do século XIX, John Bell era um próspero fazendeiro nos Estados Unidos. O drama de sua família parece ter começado no dia em que o agricultor teve uma visão fantástica: nas proximidades de sua casa. John notou a presença de um cão negro, que vadiava junto às plantações de milho. Tentou enxota-lo. Ao se aproximar mais, porém, não encontrou vestígios do animal. Ilusão de óptica semelhante assaltou-o nos próximos dias: em companhia de um dos filhos, o fazendeiro avistou uma ave “parecida com um peru”, pousada nos galhos de uma árvore. Disparou contra ela e chegou a pensar que a alvejara. Ao se aproximar, não encontrou a ave.
Relacionados ou não aos horrores que aconteceram depois, esses dois fatores puseram o agricultor em alerta. Dias depois, quando passava pela mesma árvore, a filha mais nova de Bell avistou uma garota balançando-se em seus galhos. A menina tentou conversar com a estranha, mas esta simplesmente desapareceu. A esses primeiros acontecimentos, seguiram-se outros: as janelas da casa começaram a ranger, socos eram desferidos contra a porta e família passou a ser atormentada por ganidos ensurdecedores,que lembravam o som de cachorros lutando. Logo, os próprios membros da família passaram a ser agredidos: uma força invisível puxava os cabelos das mulheres, e os cobertores eram arrancados das camas e “atirados” sobre os moradores da casa.
O “fantasma” parecia ter escolhido a jovem Betsy, uma das filhas de John, como sua principal “vitima”. Preocupados, os Bell enviaram Betsy à casa deamigos. Mas a “Bruxa” continuou a assedia-la, onde quer que a menina fosse. Atraídos pela agitação na casa, exorcistas e pessoas versadas em espiritismo tentaram ajudara família. Com o tempo, os especialista (que vinham de várias partes do Kentucky e do Tennesse) acabaram estabelecendo uma comunicação com a “Bruxa”. Primeiro, por meio de ruídos; mas, em questão de dias, a entidade passou a falar claramente com seus interlocutores. “Sou um espírito onipresente, do Céu, do Inferno e da Terra”, declarou.
John Bell acabou perecendo sob os ataques da Bruxa. Sua língua inchava, agressões inexplicáveis o derrubavam no chão e convulsões violentas agitavam seu corpo. Após o falecimento da fazendeiro, Betsy decidiu se casar com um rapaz das redondezas. A “Bruxa”, porém, rogou-lhe que não aceitasse a proposta. Temendo a vingança do fantasma, Betsy acabou subindo ao altar com o mestre-escola da região, que morreu alguns anos depois. Antes da Bruxa de Bell desaparecer para sempre, a família “ouviu” sua promessa de que voltaria a atormenta-los, num período de sete anos. Novas manifestações fantasmagóricas foram registradas na fazenda algum tempo depois, mas não parecia ser obra do mesmo fantasma.
Já no século XX, o psicanalista Nandor Fodor apresentou uma possível explicação para o fenômeno. Em sua opinião, a “Bruxa” podia ser uma manifestação inconsciente do ódio reprimido de Betsy, em relação ao próprio pai. Por mais reconfortante que pareça essa teoria, seria ela capaz de explicar totalmente os horrores ocorridos naquela fazenda?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://mundovioleta.forumeiros.com/
 
Ah Bruxa De Bell
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ex-Bruxo que Matava Crianças - Acusaçoes fortes Xuxa, Renato Aragão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo Violeta  :: Contos | Mitologia | Lendas Urbanas | Relatos :: Lendas Urbanas-
Ir para: