Mundo Violeta

Um Mundo Violeta de Pura Espiritualidade
 
InícioRegistrar-seConectar-se
Estatísticas
Temos 473 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de MarshaWag

Os nossos membros postaram um total de 2426 mensagens em 1888 assuntos
Últimos assuntos
» Medusa
Qui 26 Mar 2015, 22:56 por tifanysangrenta

» Livro: A ilusão de Lilith
Qua 11 Jun 2014, 11:34 por SECRET LOBA BRANCA

» A Lenda da Estatua.
Dom 08 Jun 2014, 19:52 por SECRET LOBA BRANCA

» As 7 Profecias Maias
Sex 30 Maio 2014, 05:31 por † Maurício †

» História Do Slender Man
Sex 10 Jan 2014, 18:28 por † Maurício †

» Vampiros
Dom 05 Jan 2014, 19:54 por † Maurício †

» História Da Casa Do Filme The Amityville Horror
Qua 11 Dez 2013, 04:02 por † Maurício †

» Cuidado Com As Maças
Qua 11 Dez 2013, 03:54 por † Maurício †

» Sobre Wicca - Entrevista de Gilberto de Lascariz
Qui 05 Dez 2013, 19:21 por † Maurício †

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 1036 em Qui 18 Set 2014, 16:25
Parceiros

Compartilhe | 
 

 Orfeu e o Mundo Inferior

Ir em baixo 
AutorMensagem
† Maurício †
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 1934
Pontos : 18160
Reputação : 11
Data de inscrição : 28/11/2011

MensagemAssunto: Orfeu e o Mundo Inferior   Qui 07 Fev 2013, 23:41

Orfeu, não sei se já ouviram falar, foi um dos famosos argonautas q descobriram algo mto valioso, q eu sinceramente nao me lembro do q é, pois nao conheço essa Lenda.
Mas, qndo Orfeu terminou essa tal Demanda, voltou para Junto da Mulher, cuja essa era cobiçadissima por Mtos Homens, pois pela História, consta q ela era praticamente Perfeita. E o amor entre Orfeu e ela era, de facto, Verdadeiro
Orfeu é conhecido nas suas Histórias pela sua exímia habilidade com a Musica, com o seu instrumento, a Harpa.
Qndo ele tocava, era excelentemente capaz de deixar todas as Pessoas Maravilhadas com a sua Musica Hipnotizante, todos Felizes, num grande raio de Km, pois todos se calavam qndo a Ouviam, e a sua Harpa tinha um Som Magnifico. A sua Musica era falada em toda a parte.
Mas, Bolas, nada é perfeito. Houve um certo Dia em que a Mulher de Orfeu foi ao Bosque apanhar frutos silvestres, s ñ me engano. E um dos Companheiros Argonautas de Orfeu estava apaixonado pela dita Rapariga.
Declarou-se a ela e tentou roubar lhe um Beijo. Ela, apavorada, desatou a fugir pelo meio do Bosque, e o Argonauta, arrependidissimo, correu atrás dela, pedindo Perdão.
Ao correr pelo Bosque, a Rapariga tropeçou numa cobra e caiu, Morta, pela Mordidela Venenosa, do ser que lhe foi Fatal.
Orfeu ao descobrir, sentiu-se Vazio. Depois de tanta Dor e tristeza, sentiu-se Vazio, a Vida nao fazia sentido.
Sem saber para onde ir, nem o q fazer, como que Hipnotizado por uma Triste Melodia, viajou durante anos pelo Mundo Inteiro.
Até qe um dia, numa Noite, sentado num Rochedo, uma Deusa falou-lhe, e indicou lhe o caminho para uma Ilha, onde poderia recuperar a sua Amada.
Orfeu chegou a essa Ilha, e Imaginem-se-lhe o Espanto qndo viu Uma Ilha Desolada, onde o Sol pouco Brilhava, onde nao existiam Plantas, apenas contrastes Cinzentos entre a Terra e o Céu.
Ao caminhar, econtrou a entrada para uma Gruta, onde estava o Cão de 3 cabeças, Cérebro, a guardar os Portões para o Sub-Mundo.
A Deusa Atena, (lembrei-me q era ela), avisou-lhe de que qndo o Cão estava de Olhos abertos estava a Dormir, e qndo estava de Olhos fechados, estava Desperto, e de q maneira .
Na verdade, naqela altura o cao estava de Olhos Fechados. Orfeu, relembrando-se do que a Deusa lhe aconselhou, começou a tocar uma Melodia de Embalar, na sua Harpa. E o cão Abriu os Olhos. Estava a Dormir. Orfeu passou os Portões do Submundo, e desceu uma escadaria enorme, e Finalmente deparou-se com o Barqueiro do Rio dos Mortos, o Rio Styx.
O Homem tinha um aspecto HORROROSO, e disse a Orfeu que ele nao tinha de facto aspecto de Fantasma, que estava admirado de como tinha passado os Portões, já nao via alguem vivo já há mto tempo, e o que estaria a fazer ali.
Orfeu explicou-lhe que estava ali pqe a Morte da sua Amada tinha sido Injusta, e por isso, devolveria a sua Alma ao mundo dos Vivos.
Então, como o Barqueiro anuiu e se voltou a sentar, Orfeu relembrou-se do q Atena lhe disse: dá uma Moeda ao Barqueiro para ele te levar para a outra Margem.
E assim fez, e assim foi parar à outra margem do Rio. Lá viu coisas Horriveis, viu um Homem a puxar um Pedregulho enorme por uma Montanha acima, e qndo ja estava quase no cumo, a corda com q arrastava o Pedregulho Rompia-se, e lá ia a Rebolar até ao Chão. Esse Homem tinha sido um Rei Cruel, q nao tinha compaixão nem Piedade.
Andou mais um pouco e viu outro Homem, esqélectico, Esfomeado e cheio de Sede, que cada vez q ia tocar num fruto para o Colher, o ramo da arvore ia involuntariamente para Cima, e cada vez q ia beber agua, esta escapulia-se pelas suas Mãos.
Entre outras coisas q viu, em que podia afirmar q aquilo era o Limbo autêntico e real.
Até q chegou ao pé do Deus Hades, e da sua Mulher.
Contando lhe a sua História, o Deus Hades, q nunca Compreendera o Amor, mandou lhe tocar uma Musica que representasse o Amor, na sua forma Musical.
E Orfeu assim fez, durante consideravel tempo.
Qndo a musica acabou, Hades Manteve-se em Silêncio, mas a Sua Mulher, outrora Humana, adorou a Musica, via-se pela sua expressão. Entao, Susurrou ao Ouvido de Hades, e este disse a Orfeu q a musica era de facto mto bela, e q devido ao Gosto Soberbo q a sua Mulher demonstrara ao Ouvir a Musica, que lhe concederia a sua Amada, mas com uma condiçao: Que Orfeu tocasse a Música sempre, até sair daqele Lugar, e q nao poderia Olhar para tras, so qndo tivesse Ultrapassado os Portões do Submundo e chegasse a um Sitio onde o Sol iluminasse o chão.
Orfeu assim fez, ansioso e expectante, e sempre Duvidoso, pois a Morte é sempre Matreira. Mas o estranho, éq ele nao ouvia Nada atrás de si, nem passos, suspiros, nada q evidenciasse q a sua Mulher de facto estava ali. Viu de Novo aqueles castigos atrozes de nao poder comer nem beber, e aqela penitencia de andar com o Pedregulho às Costas, e lamurias, gritos,tortura e crueldade, a todos aqueles q nao foram Bons em Vida. Almas Perdidas para sempre no Limbo.
Atravessou o Rio no Barco, mas mesmo assim nao ouviu a sua Mulher entrar nele. Subiu a escadaria, sempre a tocar sem parar, ja tinha os dedos em sangue e dormentes, mas mesmo assim nada ouvia q evidenciasse q a sua Mulher estava ali.
Ao atravessar os Portoes do Submundo, desejoso por apanhar um Sitio com Sol, apressou o Passo para o Unico raio de Sol existente naquela Ilha. Qndo finalmente chegou ao Sitio Iluminado, olhou para trás. E lá estava a sua Mulher. Mas Orfeu ERROU, nao se pos dentro o suficiente do circulo Iluminado, de modo a q sol Banhasse tbm a sua Mulher. E como o vento leva uma Folha, a sua Mulher foi puxada para dentro dos Portões do Submundo, com uma cara de Desespero atroz, como qem fosse dizer Algo. E as Portas do Submundo, aí, nesse Momento, se fecharam para Sempre para Orfeu e para a Sua Amada.

Fim*
Espero q vos tenha transmitido tanto significado como a Mim
Cumprimentos*
Citação :
Bom Medo Extremo
Citação :
Fonte: assustador.com.br
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://mundovioleta.forumeiros.com
 
Orfeu e o Mundo Inferior
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Falta 228 anos para o mundo acabar
» Apocalipse - Rios de Sangue aparecem pelo mundo
» Parece que 2011 acabou. E o Mundo não acabou.
» O Fim do Mundo
» Todo mundo sabe, menos eu

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mundo Violeta  :: Contos | Mitologia | Lendas Urbanas | Relatos :: Mitologia-
Ir para: